Isabel Coutinho

Psicóloga formada pela USP, Isabel Coutinho já trabalhou como publicitária e pesquisadora de mercado. É mãe de dois filhos e atualmente se dedica a paixão por escrever sobre os desafios da maternidade. “Meu grande prazer, desde os tempos de menina, foi estar com pessoas, ouvir sobre suas vidas e suas histórias. Por essa simples razão, escolhi ingressar na faculdade de psicologia. Apesar da minha decisão não ter sido lá muito elaborada, tive a sorte de acertar na escolha e os cinco anos da faculdade de Psicologia da USP acabaram sendo um grande prazer para mim! No entanto, por uma série de razões, os caminhos da vida me levaram para outras direções e, mesmo formada e apaixonada pela minha profissão, passei muitos anos trabalhando e me dedicando à publicidade. Nas poucas horas vagas que eu tinha, a psicologia ainda continuava a fazer parte da minha vida. Atendia alguns pacientes, frequentava cursos e especializações, participava de seminários e workshops. Mas foi somente com o nascimento da minha filha mais velha que ela voltou com força total! Ser mãe era um desejo antigo, que me acompanhava há muito tempo. Quando esse desejo se tornou realidade, no entanto, minha vida virou de cabeça para baixo! Senti que, junto com o bebê, tinha nascido uma “nova pessoa em mim”. Uma nova pessoa que eu não tinha a menor ideia de quem era, do que gostava, de como se sentia e do que queria para si mesma. É claro que eu já tinha ouvido falar das grandes mudanças que um filho traz para a vida de uma mulher e de um casal. Só não tinha ideia de que eu seria afetada com tamanha intensidade! O primeiro ano de vida da minha filha foi um vendaval de emoções, choros, dúvidas, medos, incertezas, perguntas sem respostas. Um ano difícil, intenso, nebuloso. Mas que, de alguma forma, plantou em mim a vontade e a coragem de seguir um outro caminho profissional. Um caminho que juntava meu amor às pessoas com a experiência mais marcante que eu já tinha vivido até então. Um caminho já trilhado, mas que renasceu dentro de mim quando me tornei mãe. Comecei a ler, fazer cursos e me aprofundar sobre o assunto. E também a escrever muito sobre o que eu sentia diante de tantas transformações e dúvidas que surgiram a partir desse novo papel. O objetivo das reflexões presentes no livro Mãe em Construção é encorajar cada um a encontrar, a seu tempo, seu jeito próprio de ser pai, de ser mãe. Não o melhor pai, a melhor mãe do mundo! Mas o pai e a mãe que cada um pode ser. Dentro de suas possibilidades, talentos e imperfeições. Meu desejo é que, em nossa sociedade, se abra espaço para uma maternidade / paternidade menos idealizada, com menos cobranças, mais compreensão e mais humanidade. Para que se possa construir uma relação entre pais e filhos onde caibam erros, acertos, imperfeições, dificuldades, desencontros, frustrações. Além também de muito companheirismo e amor...
  • Mostrando o único resultado

  • Filtro
R$ 45,00

O livro é composto  de crônicas inéditas e textos já publicados na coluna MÃE IN PERFEITA do site EU NÃO ANOTO NADAA ideia é que o livro apresente uma diversidade de temas e sentimentos de modo a reproduzir a forma fluida e imprevisível com que a maternidade se apresenta no dia a dia. Ser mãe é se ver diante de novos desafios todos os dias! Seus sentimentos e preocupações oscilam, divergem, se confundem, se transformam.