Angelo Naj Oleari

Angelo Naj Oleari começou a trabalhar aos vinte anos como artista Fluxus com mostras na Itália e na Alemanha e depois, como responsável pelo estilo da Naj Oleari, histórica fábrica da família e símbolo nos anos 1980, de uma geração de jovens com espírito livre. Em 1975 criou em Milão o Centro Botanico, local de referência para os apaixonados por plantas. Pesquisas, exposições, publicações, sementes e tantos produtos naturais, acabaram por abrir espaço para uma série de lojas com propostas de qualidade de vida. É membro da International Dendrology Society e presidente da Associação Internacional Brave Seeds International Association no Brasil: desenvolvimento do Cultivo Silvestre, pesquisa e produtos alimentares mais saudáveis. Publicou na Itália os livros Acqua alta (Società de poesia, 1982), Note del mio giardino (Centro Botanico, 1984) e Armonia Selvatica (Ponte alle Grazie, 2014).
  • Mostrando o único resultado

  • Filtro
R$ 36,00

Neste livro, repassa a história de sua aliança com o mundo vegetal, as ideias e os desafios; em particular aquele que culmina no projeto de Cultivo Silvestre. A partir desse conceito, somos chamados a reconsiderar todo o nosso sistema, não só de produção, mas de vida em sentido amplo: abraçar e fortalecer o relacionamento com as plantas, naquilo que o autor chama de “espírito de solidariedade e participação”, a própria Harmonia Silvestre.